STAS

Sindicato dos Trabalhadores da Actividade Seguradora

Slide 1
015/2015
20 de outubro de 2015
Negociações contratuais e salariais
Reunião com APS – 19 de outubro
Colegas,
Na sequência da entrega, pelo STAS e SISEP de uma proposta para uma nova convenção contratual e salarial, decorreu ontem, na sede da APS, a primeira reunião com vista à oportuna discussão do tema.
Na oportunidade fomos informados que na próxima semana – dia 28 - se realizará uma assembleia geral da APS na qual, entre outros pontos, se procederá à alteração da natureza jurídica da Associação, a qual deixará de ser uma Associação de empregadores para passar a deter a natureza de Associação empresarial, procedendo-se igualmente à consequente alteração dos respetivos estatutos. Esta mudança irá alterar a forma como até agora se negociavam as convenções coletivas, já que a associação deixa de ser a interlocutora e subscritora única, para passarem a ser as empresas de seguros a negociar e subscrever diretamente ou por delegação, à imagem do que aliás sucede no setor bancário.
Assim, e por força desta alteração, não ficaram neste momento agendadas novas reuniões, o que certamente ocorrerá imediatamente após a referida assembleia geral.
Entretanto e na sequência do conhecimento informal destes sindicatos da evolução agora oficialmente comunicada, foram efetuadas, desde maio passado, mais de uma dezena de reuniões com administrações e direções de recursos humanos com vista a procurar sensibilizá-los para os aspetos que mais penalizam os trabalhadores do setor nestes últimos anos, nomeadamente a ausência de uma nova tabela salarial, podendo os sindicatos referir como dado positivo o acolhimento recebido na quase totalidade das reuniões realizadas.
O STAS e o SISEP há muito que se tinham preparado para as alterações agora comunicadas, baseados na troca de experiências com os três principais sindicatos bancários do País no âmbito da FEBASE, estando por isso otimistas que a aproximação das negociações à vivência direta das empresas de seguros irá resultar rapidamente na celebração de um novo convénio, fundamentado no CCT subscrito em 2012 e ao qual deverá acrescer uma tabela salarial que reponha a normalidade das negociações.
Voltaremos à vossa presença logo que tenhamos mais informações.
Saudações Sindicais
A Direção